Billions

Ontem assisti ao último episódio da série Billions, com o sempre excelente Paul Giamatti e Damian Lewis (ator que ganhou o Golden Globe em 2013 por sua atuação em Homeland) e confesso que já estou triste pelo final da temporada.

Billions

O plot é simples: Chuck Rhoades, advogado geral de NYC decide ir atrás do “rei” dos investimentos, Bobby “Axe” Axelrod, o que resulta em uma interessante batalha entre estas duas figuras poderosas de Nova York, um disposto a tudo pela justiça e o outro que não vai medir esforços para se safar. Jogue no meio deles a esposa do advogado, Wendy Rhodes (Maggie Siff) que trabalha como psicóloga na firma de Axe, e a mistura de poder, dinheiro e vaidades promete.

A séria mostra os bastidores do poder político, assim como o dos escritórios de investimentos. Salvo 2 episódios que não me conquistaram lá pelo meio da temporada, eu adorei a série como um todo, porque além do cast fantástico e no ponto certo, o script é fluído e mostra personagens humanos: ninguém é 100% bom, nem 100% mau, são uma mistura de ambos dependendo da situação em que se encontram.

Billions

Um dos criadores da série é Andrew Ross Sorkin, autor do livro Too Big To Fail (Grande Demais para Falir) onde ele descreve como se deu a maior crise financeira desde a Grande Depressão e revela detalhes de como as decisões tomadas em Wall Street ao longo da última década lançaram as sementes para o que aconteceu em 2008. Ou seja, o cara sabe do que esta falando.

Super recomendo a série para quem gosta de boas atuações e dos bastidores do poder.

Mr. Robot

Assisti o pilot de Mr. Robot semana passada e fiquei impressionada tanto com a atuação do personagem principal, quanto com a produção e premissa do show.

Elliot, um jovem programador, trabalha como engenheiro de segurança cibernética de dia e atua como hacker vigilante de noite. Elliot se vê em uma encruzilhada quando um misterioso líder de um grupo de hackers o recruta para destruir a corporação que ele é pago para proteger. Elliot se esforça para resistir a chance de derrubar as multinacionais que, ele acredita, estão arruinando o mundo.

Mr. Robot

O ator Rami Malek esta sensacional no papel do hacker Elliot e tudo funciona redondinho no pilot, que é um dos melhores que eu assisti nos últimos anos.

Um detalhe que me fez sorrir é que o personagem mora no prédio ao lado de onde eu morava em Lower East Side, em NYC, e foi muito gostoso rever minha vizinhança antiga.

Quem mora no US ou tem VPN pode assistir ao pilot de Mr. Robot gratuitamente no YouTube. Eu super recomendo e vou ficar ansiosa esperando pelo 2º episódio. E para mais info, IMDB.

Kim’s Video

É assim que eu me lembro do Kim’s Video na St. Marks, os stands com centenas de VHS de filmes difíceis de achar. Perdendo horas nos 3 andares, browsing o que alugar. Ouvi dizer que a coleção dele foi para em Palermo, na Itália. Bizarro. Enfim, saudades de my old NYC.

Kim's Video & Music

42nd Street nos anos 90s

Estava relembrando quando me mudei para NYC, em 1992. Tão diferente da NYC que eu encontrei ano passado. Confesso que fiquei triste de ver que certos locais mudaram tanto que estão quase irreconhecíveis. Visitei diversos lugares onde eu esperava que o tempo e o turismo não tivessem chegado com tanta força, mas nada resistiu.

Olhando estas imagens dos anos 90 me fizeram lamentar não ter sido mais atrevida e aventureira e aproveitado mais a NYC “de antigamente”. Mas era muito jovem e como é típico da minha personalidade, eu sempre play it safe.

Sobraram muitas lembranças, claro, como quando todos os cinemas da 42 foram fechados e nos letreiros apareceram frases ambíguas. Lembro perfeitamente quando passei por lá e li as frases, sem entender direito o que estava acontecendo. Época pré-internet, as notícias chegavam até a gente via TV e jornais. Eu não estava tão inteirada do que estava se passando, mas sabia que Giuliani estava fazendo a limpeza na cidade.

New York 42nd street

Mais fotos desta área neste site aqui.

%$#@!

Caraca! Estou cheia de ouvir sobre os 10 anos do 9/11, de ver especial com as fotos do dia, os vídeos, a reação, o que mudou, o que não mudou, bla-bla-bla ou o Biden falar sobre o perigo “real” de um outro ataque por estes dias! Que circo patético! Para quem estava lá e viu tudo acontecer, a última coisa que eu quero é ficar relembrando esta data maldita e como este ataque foi usado (e ainda é) como desculpa para cortar a liberdade de quem vive aqui. Que inferno! 😡