Tira mão da minha internet ilimitada!

Depois da grandissíssima pisada no tomate da Anatel, que não se posicionou contra as operadoras que buscam limitar o serviço de internet, ainda fomos congratulados com a “lógica” do presidente João Rezende: somos uns bando de mimados, acostumados com internet ilimitada e gastamos muito com jogos e netflix.

Tira mão da minha internet ilimitada!

Ele acredita que o grande erro das empresas foi um “erro estratégico”, que não perceberam o crescimento do uso da internet no Brasil. E na cabeça genial deste senhor o correto é limitar, não investir e melhorar os serviços que recebemos, que diga-se de passagem, são meia-sola.

Segundo o gênio,

“É evidente que, em algum momento, esse modelo de negócios aconteceria, assim como ocorreu no serviço ilimitado em voz.”

Aliás, João Rezende tem o dom das pérolas:

“Essa questão da propaganda, do ilimitado acabou de alguma maneira desacostumando os usuários. Foi uma má educação ao consumo que as empresas fizeram ao longo do tempo.”

E ainda:

“Tem gente que adora, fica jogando o tempo inteiro e isso gasta um volume de banda muito grande.”

A parte bacana foi ver o povo em massa online protestando, entre memes, petições e agências competentes se manifestando contra, e parece que fomos ouvidos. Ontem o site oficial da Anatel foi derrubado via DDoS (negação de serviço), o que por si só é uma vergonha, mas a boa notícia é que no final da noite li que a Anatel tinha voltado atrás e suspendido o bloqueio por tempo indeterminado.

Palmas para todos os envolvidos, conseguimos ganhar esta batalha.