Google says: Seu site foi hackeado!

Pois é, aquilo que todos nós que temos websites, fazemos ou criamos websites tememos finalmente aconteceu comigo. Em parte foi mea culpa: deixei alguns blogs e fórum sem atualização, o que facilita bastante a entrada de scripts maliciosos que comprometem todo o site e os sites vizinhos.

Foi menos dolorido do que eu imaginei, pois não tiveram chance de se proliferar, e usei o feriado para fazer uma faxina completa: limpa nas databases, deletando blogs desativados, assim como domains inativos, movable type e phpBB datados e update em todo Mordpress, assim como faxina de plugins e instalação de algumas ferramentas para dificultar a injeção de scripts maliciosos.

Depois de todo trabalho, senti uma doce nostalgia dos tempos de blog e resolvi escrever um pouquinho, ver se ainda tenho jeito pra coisa. Infelizmente parece que blog bom é blog morto, como disse alguém no twitter. Em tempos de ADHD, buzzfeeds da vida onde toda info é mastigada e regurgitada na boca dos leitores em 30 segundos ou less e Twitter, que eu gosto e uso para seguir gente interessante, mas onde a meta é falar pouco, mas o fazer milhares de vezes ao dia, sei que estou, definitivamente, na contramão.

Mas quer saber? Lembrei quando fiz meu primeiro “blog” por volta de 1997, quando nem mesmo o Blogger existia e eu escrevia meu diário virtual a unha, no html e hospedado, se não me engano, no Geocities pré Yahoo (quem ainda se lembra das neighborhoods?), e lá trás, minha meta era simplesmente fazer algo que eu sempre gostei de fazer: escrever, sem pretensão de público, pra eu mesma e pra catalogar as coisas que eu gostava e achava “surfando na net”. Então, é com essa idéia que resolvi retomar. Sem pretensão nenhuma, e somente enquanto me trazer prazer.