Bala

Já faz muito tempo que não lembro dos meus sonhos. Raramente acontece de lembrar um pedaçinho aqui e ali. Noite passada sonhei que estava num hotel e K., completamente insano, atirou em mim, no estômago. Doeu muito, vomitei sangue, mas quando deitei no chão frio, a dor foi passando e tudo que eu senti foi um vazio interior. A sensação era de que o tempo tinha parado e as pessoas ao redor, sem saber o que fazer, correndo desesperadas a procura de ajuda, acabaram nada fazendo.

Aí, morri.