Red Riding Quartet

Estou na reta final do quarteto Red Riding, de David Peace. Depois de assistir a trilogia feita pela BBC onde muita coisa se perdeu porque eu não consegui entender o sotaque pesado (e faltou legenda), resolvi ler os livros, que são totalmente meu estilo, pesados, obscuros, sórdidos e deprimentes. Props para o autor, que conseguiu fazer da coleção um verdadeiro page-turner, além de ter costurado muito bem a trama inteira. Usando a realidade como pano de fundo (algo que James Ellroy faz bem), ele ficciona a corrupção da polícia e os crimes do Ripper de Yorkshire.

Apesar de ter adorado os livros, tenho que acrescentar que algumas coisas não me desceram bem, como a descrição estilo stream of consciousness, onde a escrita segue a maneira de pensarmos/falarmos, repetindo coisas e desconectando-se e conectando-se sem ordem, pontuado por repetições. Na minha opinião não adicionou nada a trama e poderia muito bem ter ficado de fora. De qualquer forma, recomendo os livros, ou pelo menos a série, com legenda é claro.

3 thoughts on “Red Riding Quartet

  1. estava lembrando aqui de suas fotos, nossa, eu adorava! pq estou falando isso? só saudades mesmo…. 🙂

Comments are closed.