Presepada não acontece só no Brasil…

Vi no news ontem que Jérôme Kerviel foi condenado a 5 anos de prisão e a pagar R$ 11,3 bilhões para a Société Général. Hãn? Mas e os cupinchas, seus superiores que lhe deram tapinhas nas costas e sorrisinhos felizes, fechando os olhos para a roubalheira enquanto ele trazia lucros para o banco de maneira ilícita?

Sinceramente, revoltante.