A Ilha do Medo (Shutter Island), 2010

Depois de muita espera (o filme era para ter sido lançado ano passado, só saiu agora em fevereiro), fui assistir ao novo filme de Martin Scorsece, Shutter Island.

Bom, tenho que dizer que o filme é bem noir, tem um visual bonito, Leo esta muito bem no papel do marshall que vai até a ilha investigar o desaparecimento de uma paciente de um hospital-cadeia psiquiátrico. Quem gosta de historinha de detetive vai adorar, gostei da sensação de “medinho”, mas estava bem claro o que estava se acontecendo. Não os detalhes, porque no twist final tem sempre um detalhe surpreendente, mas estava bem óbvio.

Ainda não decidi se gostei do filme ou não. Se existem elementos que me agradaram, eu me senti ludibriada enquanto via os créditos finais subindo na tela. A trama não é algo que eu esperava de Scorcese e sim de David Lynch. Não consigo vê-lo como um cara que dirige filmes bizarros e dramas psicológicos, mas como o diretor de tough guys movies. Gente, o cara que fez Taxi Driver, Raging Bull, Cape Fear, Goodfellas, Casino! Pode ser puro preconceito meu, não estar preparada para ver alguém tomando um rumo diferente do que eu estou acostumada. Claro que não é um filme horrível, mas resumindo, me decepcionei. No final das contas eu recomendo, pois essa opinião é muito pessoal e você pode sair do cinema sentindo algo totalmente diferente. 🙂