Persepolis, 2007

Minha tristeza esta indo embora. A chuva também acabou. E eu tenho assistido filminhos. Tanta coisa boa, que bom. Finalmente assisti Persepolis, de Marjane Satrapi, a mesma que fez o comic book. Vou resumir o que achei do filme: fantástico. Ao contar a infância, adolescência e jovem vida adulta desta mulher e os reboliços políticos que de uma maneira ou outra acabaram influenciando as escolhas feitas e possivelmente o ruma da vida dela, é possível assistir ao filme e se identificar com situações que, acredito eu, todos da minha geração passaram.

Persepolis

Amei a delicadeza com que a história dela foi contada, traçando momentos tristes e duros sem clichés, sem cair na babaquice hollywoodiana. Amei pensar sobre onde eu estava quando certas coisas estavam acontecendo. Amei ficar com o filme na cabeça, lembrar de pedacinhos aqui e ali, e a mensagem final, que vai além dos créditos: Marjane passou por bons bocados, mas conseguiu superar tudo e criar esta obra maravilhosa. Isso por si só é maravilhoso.

Persepolis

Recomendo o filme prá já! Se alugar o DVD, clique nos “especiais” e assista como o filme foi feito. Desenhado. Inteiro. Na mão. E os sons, o cara criando o som nos estúdios, ao vivo. Nada de plugin gente. Excelente. Parabéns a equipe por trazer pra gente uma obra criada com tanto carinho. Com certeza deixa um gostinho totalmente diferente destas mega-produções produzidas apenas para dar grana e virar blockbuster. 😉